Google
WEB O SERVENTUÁRIO Independente
O JORNAL DO SERVENTUÁRIO
Ano 13  - Número WEB 240 - 19 de Junho de 2011 
Publicação quinzenal com edições extras sempre que fatos relevantes ocorrerem
A melhor resolução para ler este jornal é 1.024 X 768 pixels
Última atualização em 17/06/2011
Edição digital - clique para ler
web235_pag3.htm
NOVA FASE
web235_pag3.htm
web235_pag3.htm

Última atualização desta coluna em 17/06/2011

**************

QUE...COISA !...

  Na última reunião de Alcebíades Gonçalves com o Presidente do Rio Previdência ficou mais do que claro que QUEM ENVIA A RELAÇÃO DE PAGAMENTOS COM OS NOMES E DADOS REFERENTES ÀS PENSÕES É O TRIBUNAL DE JUSTIÇA. O Rio Previdência nada mais faz do que IMPLANTAR os valores no sistema de pagamentos.

Portanto, é DA ALÇADA DO TRIBUNAL lidar com o assunto PENSIONISTAS - inclusive e principalmente fornecendo ao Rio Previdência os documentos exigidos para a inclusão na folha de pensionistas daquela entidade.

O Rio Previdência não aumenta ou diminui valores . Só processa a inclusão ou exclusão de pensionistas seguindo os trâmites normais ( após o recebimento dos documentos necessários ) e implanta os valores enviados documentalmente pelo TJ para o devido pagamento.

Quanto ao assunto AMIL PARA PENSIONISTAS, o Pres. do Rio Previdência informou que em tese isto é possível, mas que o processamento - DESDE QUE AUTORIZADO PELO TJ - é de competência da SEPLAG - Secretaria Estadual de Processamento e Gestão do governo do estado.

Enquanto toda esta "burrocracia" não é desenrolada, pensionistas do TJ sofrem com a disparidade de valores entre os vencimentos do(a) falecido(a) com o valor que recebem como pensão, precisando muitas vezes recorrer à justiça (e esperar anos) para ter o valor corrigido.

Mudando de assunto : o que vai ocupar as atenções de todos daqui para a frente é o III Congresso do Sind-Justiça.

Mas a maioria dos serventuários não deve ter muitas esperanças. As modificações serão poucas e a maioria, superficiais.

Os grupos que atualmente dominam quer o sindicato (a "situação") quer a autodenominada "oposição", não querem perder terreno. Por falar nisto... vocês já repararam como a autodenominada "oposição" anda quietinha ? Ah... as eleições sindicais estão chegando e todos querem se livrar da fama de "radicais" ...

*************