Google
WEB O SERVENTUÁRIO Independente
O JORNAL DO SERVENTUÁRIO
Ano 13  - Número WEB 236 - 24 de Abril de 2011 
Publicação quinzenal com edições extras sempre que fatos relevantes ocorrerem
A melhor resolução para ler este jornal é 1.024 X 768 pixels
Última atualização em 21/04/2011
Edição digital - clique abaixo para ler
web235_pag3.htm
NOVA FASE
web235_pag3.htm
web235_pag3.htm

Última atualização desta coluna em 21/04/2011

**************

BARCO SINDICAL EM MAR REVOLTO

  O clima no Sind-Justiça, especialmente entre os coordenadores, está terrível. Não é um nem são dois, mas vários deles já nos manifestaram discordancias quanto à condução dos assuntos sindicais.

Obviamente , dentro do Sind-Justiça as coisas não são diferentes. Só que ali existem não um mas vários grupos distintos, e o que os separa são, principalmente, as definições partidárias. Por exemplo, Marília Macedo,Coordenadora de Organização Política e Sindical, porta-bandeira do PSTU junto à Categoria, gostou do papel que vem exercendo no momento - uma espécie de "presidenta extraoficial" do sindicato . Amiga de Ciro Garcia, sua ascensão à cúpula oficial (coordenação geral ?) do sindicato significará, claro, a manutenção do "status quo" político atual. Só que há, ali, outros pretendentes bem melhor credenciados. Um exemplo ?

José Carlos Arruda, Coordenador Geral extremamente trabalhador, está sempre "correndo atrás" dos interesses da Categoria . Mas tem o "grave defeito" de não usar o sindicato para fazer política.

Sem esquecer, claro, de Marta Barçante, hoje Coordenadora de Finanças e Administração mas talvez a representante sindical com maior e melhor acesso junto à cúpula do TJERJ.

*************

Alegra-nos muito o fato de alguns prováveis postulantes à Coordenação Geral do Sind-Justiça terem acolhido as teses que defendemos há 13 anos. Por exemplo, ALEX BRASIL (apesar de tentar denegrir a imagem do editor deste jornal - o que não conseguiu) defendeu, em publicação no FALA SERVIDOR do site do Sind-Justiça em 07/01/2011, a desvinculação do sindicato de partidos ou centrais sindicais (quer conferir ? Clique AQUI ! ) . No caso específico de Alex Brasil isto soa até meio estranho se lembrarmos que ele foi um dos fundadores e eleito para a primeira direção nacional do PSTU, em 1944 . Mas tudo bem... ideologias individuais são direito de todos - preferencialmente dentro da sede dos respectivos partidos políticos. Até mesmo dos participantes da União Comunista. Só não se deve - repetimos - tentar impingi-las à Categoria, por bem ou por mal.

Outro que desejaria formar um grupo para assumir o Sind-Justiça é EDSON SARDINHA . Que também abraçou a nossa tese permanente, de desvinculação do sindicato de centrais sindicais e/ou partidos políticos, como afirmou em publicação no FALA SERVIDOR em 24/03/2011 (quer reler? Clique AQUI ! ).

A partir de agora as coisas vão começar a acontecer : diretas e indiretas serão utilizadas para (sempre sutilmente) atacar possíveis grupos ou candidatos adversários.>/h4>

E, como sempre, estaremos aqui a postos para informar nossos leitores.