Clique aqui para imprimir esta página
Clique nas miniaturas acima para ler os e-mails dos OJAS Adilson Melo e Carlos Renato

Só quem exerce esta tarefa sabe como é dura e difícil a vida dos Oficiais de Justiça Avaliadores - os OJAS .

Os serventuários que ficam em seus cartórios com ar condicionado não sabem como são complexas tantas das incumbências deste segmento da Categoria .

Como, por exemplo, despejar uma família pobre de seu barraco por não ter pago o aluguel - quando eles não têm dinheiro sequer para comer ou alimentar o filho de colo ( foto ao lado, feita durante diligência de OJA ) .

Ou adentrar em comunidades para intimar traficantes - mesmo que com auxílio da força policial - sem qualquer proteção corporal , como coletes à prova de balas, etc. ( veja na foto acima, os dois OJAs de camisas brancas ) .

Ou tirar um bebê dos cuidados dos avós para entrega-lo a uma mãe usuária de drogas. Isto sem falar das agressões a quem está apenas cumprindo decisões judiciais ( foto abaixo ) .

Este jornal reconhece - e dá a mão à palmatória - que pouco fala no segmento mais corajoso da categoria dos serventuários . Segmento sem o qual a efetivação da JUSTIÇA simplesmente não existiria. Mas isto pode mudar se houver informes/informações suficientes, e para isto precisaremos da ajuda dos OJAS, aos quais pedimos que mantenham freqüente contato conosco .

- Acham que a remuneração atual é suficiente para cobrir os custos ( principalmente de locomoção ) ou prefeririam que a GL ( gratificação de locomoção ) ainda que aumentada para 50% deixasse de existir e fosse substituída pelo fornecimento de viaturas para as diligências, assim como T    ODAS as entidades públicas fazem com seus representantes em serviços externos ?

- Neste ítem as opiniões se dividiram : alguns acham que o fornecimento de viaturas seria o mais indicado, enquanto que outros defenderam a manutenção da GL, desde que aumentada para no mínimo 50% .

- Como você está vendo a atual gestão da AOJA ?

- Outra divisão : quase metade dos OJAS consultados disseram que a atual diretoria da AOJA está fazendo um bom trabalho, mas apenas no que tange às finanças da Associação - sem que tenha conseguido até agora nada de prático para o seu serviço e a sua remuneração . Outros tantos entendem que a atual gestão da AOJA está ainda iniciando e que é preciso pelo menos um ano para avaliar os resultados práticos de seu trabalho .

Por quais motivos vocês entendem - se é que entendem - que não há uma integração dos OJAS e da AOJA com o Sind-Justiça ? Será pelo fato ( concreto ) de o sindicato não dar respaldo ao segmento dos OJAS ?

- A maioria acha que o Sind-Justiça é uma entidade quase que exclusivamente voltada para os servidores dos cartórios , coisa que, inclusive, se reflete na diretoria daquela entidade. Vários , ainda, afirmam que discordam dos métodos do sindicato, como apitaços, panelaços e coisas que tais .

Mas, importante, a quase totalidade entende que a união dos vários segmentos seria benéfica para todos .

 

Gostaríamos de informar aos nossos leitores e leitoras que em 13 de Agosto corrente enviamos e-mail - básicamente com as mesmas questões - ao Presidente da AOJA-RJ , Sr. Rui Martins, e-mail este que foi aberto e lido às 15.01 hs do dia 15 do mesmo mês . Mas ocorreram problemas técnicos com relação à resposta do ilustre Presidente, e, por isto, as respostas à correspondência eletrônica a ele enviada só poderão ser publicadas na próxima edição .

Quando, então, os OJAs do TJRJ tomarão conhecimento das posições oficiais de sua Associação relativamente a seus problemas e interesses.

 

Quer conhecer uma outra Associação de Oficiais de Justiça ? Clique AQUI . E clique AQUI para ler uma opinião absolutamente realista e interessante sobre a atividade do Oficial de Justiça .

 

Para fazer esta matéria questionamos vários OJAS sobre alguns temas e obtivemos muitas respostas ( a maioria consubstanciada nos e-mails que você pode ler clicando nos thumbnails ) , cuja síntese faremos a seguir :

- Como vocês vêm a situação dos OJAS atualmente ?

A maioria está absolutamente insatisfeita , principalmente com a falta de reconhecimento e respaldo às suas atividades, inclusive e principalmente por juízes aos quais estão subordinados . Entendem que, dada a relevância de suas tarefas, mereceriam melhor tratamento por parte dos serventuários cartorários, dos juízes e da administração do Tribunal .

 
 

O que os OJAS precisam para bem cumprir suas tarefas ?

- A maioria queixa-se da quase que total falta de infra-estrutura . Faltam equipamentos como computadores, GPS, notebooks ( como os OJAS Federais ) etc. Alguns queixam-se até da falta de acesso ao telefone das Centrais de Mandados - geralmente bloqueados .

Clique na miniatura ao lado para ler o e-mail enviado ao Presidente da AOJA-RJ

OBS : no e-mail enviado, onde se lê acrecentem leia-se acrescentem .